quinta-feira, 27 de Outubro de 2011

Twitter – reflexão final

Uma compreensão mais correta sobre o Twitter somente se estabeleceu após a sua utilização orientada e diária. Considero-o hoje, uma ferramenta bastante simples, direta e útil em vários sentidos: comunicamos em tempo real com nossa rede de seguidores, que se vai construindo com o passar do tempo, de acordo com nossos interesses; traz mais visitantes aos nossos blogues; faz a divulgação gratuita de nossas comunicações; põe em destaque nosso perfil, mediante o que fazemos ou comunicamos.

O fato de podermos interligar o Twitter, Facebook, Diigo, Google Reader, blogues, LinkedIn, entre outros, acaba por facilitar a divulgação da nossa comunicação tornando mais visível o trabalho que fazemos no momento, podendo trazer para nós credibilidade, reconhecimento, prestígio.

Atualmente, não estar presente nas redes sociais, mídias sociais, ou seja, na rede, abdica-se de um canal de comunicação em tempo real, gratuito e em grande expansão. Pode, dessa forma, estar a perder reconhecimento do trabalho desenvolvido, dinheiro ou simplesmente deixar de estar atualizado sobre as últimas notícias do mundo, uma vez que a Internet tem-se mostrado como o meio de comunicação mais veloz, através das aplicações lá existentes, onde podemos usufruir e partilhar tudo o que foi produzido e na maioria das vezes de forma gratuita.

O Twitter revela-se uma ferramenta direcionada a comunicações curtas e diretas, sem haver no ambiente formas de dispersão de atenção como acontece em outras como o Facebook e Orkut, onde no final de alguns minutos, até esquecemos o que realmente nos levou a aceder o ambiente.

Considero a sessão de orientação e aprendizagem do Twitter, uma mais valia tanto para o contexto profissional, como atualmente para o contexto de aprendizagem. Verificamos que temos um mundo a nossa disposição para explorar e aprender, com conteúdos acabados de “sair do forno”, em tempo real, e elaborados muitas vezes por especialistas em diversas área do conhecimento. E isso é fabuloso!

Sem comentários:

Enviar um comentário